Archive for April, 2013

Todos devem se lembrar de uma sequência de reportagens da Globo, onde eles “investigavam” o caso de 5 crianças de uma  família pobre da cidade de Monte Santo – Bahia, que teriam sido retiradas de seus pais por ordem judicial, para então, serem entregues para doação a 5 famílias ricas de São Paulo, numa forma de tráfico ilegal de crianças. (*)

Eu estava no Brasil nesta época, e acompanhei essas reportagens. Confesso que, eu mesmo fiquei comovido com a estória, e achei um absurdo.

Porém ontem, tive contato com a outra versão. Assisti a uma reportagem (**) com a mãe adotiva de uma das crianças  Ela conta como a história foi totalmente distorcida. A guarda das crianças havia sido sim retirada dos pais, mas com todo o embasamento legal, pois esses não tinham a menor condição de tratar das mesmas. Algumas das crianças estariam inclusive extremamente doentes e correndo risco de vida.
Essa mãe ainda diz que a Globo a colocou como uma sequestradora, sendo que ela teria participado de um processo legal de adoção de crianças, e aceitou ainda por cima, adotar uma criança doente, para assim ter o seu ato de adoção ainda mais válido, pois estaria ajudando uma criança realmente necessitada.
Essa mulher estaria agora, lutando com todas suas forças para mostrar como a Globo é maquiavélica, capaz inclusive de criar estórias e situações  para poderem vender notícia e reality shows, doa a quem doer, não se importando nem um pouco com a vida dos indivíduos envolvidos nessas estórias.

Não tenho dados suficientes para chegar a uma conclusão definitiva. Mas se for para eu dar minha opinião, tratando-se de Globo, e vendo os argumentos da mãe adotiva, e vendo o estado no qual ela deu a entrevista, dá para se deduzir quem é o real vilão.
Além disso, a mãe mostra vídeos dela tentando conversar com o repórter da Globo que fez a reportagem, e o repórter lhe dá as costas  e sai andando (fugindo), evitando o diálogo. Dessa forma, tendo a acreditar fortemente, que estamos diante de uma fábula criada pela Globo, envolvendo os mais profundos sentimentos de diversos cidadãos,  só para poderem mexer com a emoção de seus fiéis espectadores, proporcionando, assim, aumento de audiência. Se for isso mesmo, temos aí um exemplo de maldade e perversão do mais alto nível!

Cuidado pessoal, a mídia brasileira causa danos irreversíveis aos nossos cérebros.

(*) http://www.youtube.com/watch?v=MPu9j7SHG1I   – Reportagem da Globo

(**) http://www.youtube.com/watch?v=9JRbwXHigAs&feature=youtu.be   (depoimento da mãe adotiva em entrevista ao Jornal GGN)

por Miguelito Formador

Imaginemos um país com mais de 7000km de litoral. Imaginemos que este país possua fronteiras com dez outros países.

Agora imaginemos que este país passou por uma ditadura militar, que deixou, além das sequelas “normais” (colocando obviamente no sentido irônico da palavra) uma paúra em relação às forças armadas. Ou seja, o tolhimento à liberdade de expressão e a perseguição aos que eram contra o regime fez com que tudo o que viesse com o “rótulo” de militar, fosse não somente temido, mas também hostilizado.

Agora pensemos que os anos se passaram e uma bipolaridade bem/mal, direita/esquerda não exista mais. No entanto, embora seja um país pacífico e pacifista, o movimento em seu entorno mudou, os demais países pacíficos, preocupados talvez com seus recursos (Petróleo, Cobre), seu povo e sua independência, começam a se fortalecer militarmente…

Percebe-se então que os anos de descaso e cortes orçamentários prejudicaram não somente a soberania nacional, mas também as aspirações da liderança regional. Sendo mais radical e tomando as palavras de um militar, nesse caso o Gen. Luiz Eduardo Rocha Paiva: “Um forte poder militar confere maior robustez à política exterior, atrai alianças, dissuade ameaças e desagrava afrontas.”

Não pretendo pregar uma corrida armamentista, nem declarar guerra à Bolívia para recuperar as usinas estatizadas por lá… Essa introdução vêm criar uma base para a revoltante (ao menos pra mim) notícia de compra dos tanques alemães.

Ora, um país que teve Engesa e projetos como o Osório, Cascavel, Urutu e AMX, que exportou lança mísseis e veículos para 37 países no passado, que tem (ainda) um núcleo militar na Embraer, não pode pensar em comprar material militar “que seria aposentado” ou caças franceses…

A menos que os planos sejam outros… Mas duvido. As contas não fecham. São 34 Gepards, 8 chegarão para a Copa das Confederações, que terá seis sedes. A “Deutsche Welle” noticía que os oito seriam usados no Rio de Janeiro e em Brasília. Os demais viriam pra Copa do Mundo, Olimpíadas e, acreditem ou não visita do Papa Francisco I ao país!

Mesmo pensando num plano de “engenharia reversa” como o planejado para os Leopards em 2009, 34 peças é um número grande demais!

por Celsão Irônico

Uma forma criativa  e divertida de descrever os bastidores da Segunda Guerra Mundial. Para os usuários, ou não, do Facebook.

http://www.nuvemuniversal.com/segunda-guerra-mundial-facebook/?fb_ref=below-post&fb_source=message

por Miguelito Formador

Já há algum tempo vem sendo vastamente difundida pela internet a estória de que o metal Nióbio seria o maior esquema de contrabando e corrupção que existe no Brasil, e alguns vão ainda além, e dizem que seria o maior esquema do mundo.

Durante a argumentação e acusações neste sentido, as pessoas envolvem políticos brasileiros principalmente do PT, envolvem empresários, empresas específicas, e estrangeiros. Dizem que o Petróleo é fichinha perto do Nióbio. Que o Nióbio é o metal mais precioso do mundo e que o Brasil detém 98% da produção do mesmo (o que é mais ou menos verdade), e que se não houvesse contrabando e lavagem de dinheiro na extração,  produção e exportação do mesmo, todos os problemas do País estariam resolvidos.

Quando pesquisei em sites de órgãos federais, e de associações de minério, etc.,  levantei que,  a grosso modo, o produto gera uma receita de menos de 2 bilhões de Dólar (fonte: http://www.ibram.org.br/sites/1300/1382/00000042.pdf), o que é menos de 0,1% do PIB brasileiro. Isso é pouco? Lógico que não!!!! Mas ele é a solução para nossos problemas? Também é óbvio que não! A Petrobrás já chegou a gerar receita líquida em torno de 250 bilhões de Dólar, mais de 100 vezes mais que o Nióbio. E se você vai argumentar ou pensa que isso se deve pelo contrabando, pois tem muito mais dinheiro rolando no Nióbio do que esses 2 Bilhões divulgados oficialmente, então continue lendo este post e você verá como essa ideia é, de certa forma, absurda.
Ou então, faca aplique uma lógica simples: Para o nióbio chegar pelo menos à receita de nossa maior empresa (Petrobrás), os dados oficiais do Nióbio estariam omitindo cerca de 99,5% de sua real produção. Ou seja, estaríamos produzindo 250 bilhões de dólar, mas somente oficializando 2 bilhões, o resto seria contrabando. E quem compra isso? Os estrangeiros, pois o Brasil não tem demanda nem para 5% dos 2 bilhões oficiais. Portanto, bastaria pesquisarmos os dados de importação de Nióbio de todos os países do mundo, e vermos qual a quantia em dinheiro ou em tonelada de Nióbio que eles importam do Brasil, e aí saberíamos quanto o Brasil exporta de verdade.
Pois bem, estes dados existem, e sao obviamente compatíveis com os dados do Brasil, sabe porque? Pois isso tudo é regulamentado pela OMC (Organização Mundial do Comércio). Portanto, se existe um contrabando que omite 99,5% da comercialização do nióbio, esse contrabando acontece de forma multilateral, pois TODOS as outras dezenas de países do mundo que compram nosso nióbio, também têm que estar operando por debaixo dos panos. Desta forma, estaríamos falando do maior esquema de contrabando do Mundo, envolvendo todas as grandes maiores potências do mundo. Ahhhh, me faca um favor né? Temos tantos problemas por aí, para alguém criar a lógica mais conspirativa da história mundial. Que preguiça que me dá.

Continuando, como sempre acontece nessas estorinhas, basta-se ter um pouco de bom senso para saber que a argumentação é totalmente desprovida de lógica, se contradiz, e levanta pontos absurdos e incabíveis.

Eu poderia apontar aqui mais alguns dados de pesquisas minhas do passado, as quais fiz para desmitificar as informações que eu recebia sobre o Nióbio, mas não farei isso. Ao invés disso, deixo aqui um link para o vídeo do Pirulla. Porque farei isso? Quem é Pirulla?
Bom, Pirulla é Vlogueiro (tem um vídeo Log) onde ele conversa/explica temas que ele julga importantes e informativos para a sociedade. Muitas vezes os temas surgem a pedido dos seus assinantes, que foi o caso do Nióbio.
Pois bem, o Pirulla busca realizar um trabalho sério, se informando, para assim evitar falar besteiras.  No caso do Nióbio, como é um assunto complexo, e envolve política, comércio, contrabando, esquemas de corrupção, etc., ele fez uma pesquisa bem vasta, tentando utilizar fontes dignas de certa confiabilidade, para não correr muito risco de escorregar. Ele fornece na descrição do seu vídeo, toda a vasta bibliografia de pesquisa.
Ou seja, além da bibliografia dele ser muito mais ampla que a minha, ele ainda resumi vários pontos principais num vídeo, o que facilita a vida do interessado no assunto, que ao invés de ler milhares de coisas, pode somente ver um vídeo no youtube, agradavelmente, e já adquirir boa quantidade de informação. Além do mais, se a pessoa não acreditar no que ele fala, é fácil, ela acessa os links que ele fornece e tira suas próprias conclusões. O que não pode, e voltarei a repetir isso sempre, é achar que tem o direito de emitir opinião e falar sobre um assunto sobre o qual você não tem a menor noção ou conhecimento. Caso se interesse, procure, se informe, e então forme uma opinião. Se não quer se informar, então fique caladinho e escute quem sabe, simples assim.

Segue o link, bom proveito a vocês:   http://www.youtube.com/watch?v=RqohMBQfWvk

por Miguelito Formador

Uma boa reflexão, principalmente para os advogados e profissionais do direito.
Nosso “batman” parece não estar mais no trono, mas sim em “maus lencóis”.
Quando ele representava a esperança do povo brasileiro em ver todos os anos de corrupção de nossa história serem “pagos e acumulados” por um único partido político por causa de um esquema duvidoso de corrupção, ele foi exaltado pelo povo. A mídia, viu a chance de desmontar o partido que não lhes beneficia tanto quanto eles estão acostumados, e também colocaram JB lá em cima. Os partidos de oposição (principalmente PSDB e DEM) viram nele a esperanca de voltarem a apitar no cenário nacional, após anos de queda eleitoral, e fizeram dele seu herói. Porém agora, passado o mensalão, o juiz continua mostrando que ele é duro, direto, sincero, teimoso, incisivo, irredutível. Seja com quem tenha que ser. E aí, enquanto ele crucificou os envolvidos no mensalão (teoricamente por ele realmente achar que havia provas suficientes), ele era herói. Mas agora, ele começa a lançar críticas esporádicas à mídia, a outros políticos que não são petistas, a pessoas públicas, a jornalistas, e agora, à sua própria classe, os advogados e juízes. Então, agora, ele anda atingindo boa parte da elite brasileira, principalmente ao mencionar os juízes e a mídia, e aí, o buraco é mais embaixo. De herói, ele pode virar o vilão, rapidamente.
Isso me lembra Osama Bin Laden, Saddam Hussein, entre outros…. que foram colocados no altar pelos EUA (elite do mundo), porém ao se rebelarem contra os EUA, tiveram suas imagens de heróis destruídas e viraram os demônios do mundo rapidamente. No caso, Saddam Hussein é Joaquim, EUA é a mídia e elite brasileira.
Nota.: Eu, assim como a maioria dos intelectuais (não que eu seja intelectual) que tratam de tais assuntos, não entendo ainda qual é a do Batman. Tem hora que parece que ele joga dum lado, tem hora que parece que joga do outro. Tem hora que parece que quer fazer seu filme e que gosta de holofotes, mas no instante seguinte, ele faz tudo ao contrário. De repente, não tem muito segredo. De repente, ele é um intelectual, muito estudioso e competente, vencedor na vida, mas que sofreu muito até chegar aí. E com o sofrimento veio a intolerância, a falta de paciência. Tem muito senso crítico, e tem consciência da podridão da sociedade brasileira. Isso tudo junto faz com que ele confie em seus próprios critérios pessoais acima de quaisquer outros critérios, confia na sua intuição e no seu conhecimento e é irredutível em suas posições, afinal, ele deve pensar que não vale à pena ouvir os outros, pois a maioria é hipócrita, ignorante, acomodado, desinformado, interesseiro, individualista, etc,…. o que não deixa de ser verdade, em vias gerais.
E então, o tal juiz na verdade, não quer nada, ele age de acordo com seus impulsos, seus critérios e intuições momentâneas. E estaria aí o segredo de tantas polêmicas, e de tanta variação de sua imagem no meio público.

Continuo achando possível sua intenção na vida política, apesar de ele mesmo já ter descartado isso. Mas não dá para afirmar nada. Numa coisa esse cara é bom, e isso é indiscutível: ser misterioso.
Segue link de inspiração:
por Miguelito Formador

Primeiro post

Posted: April 23, 2013 in Outros
Tags:

Bem, uma vez criado um blog, escrever é preciso.
Começando com a motivação: sou do tipo de pessoa que se incomoda; não com trânsito, volta do IPI, preço da gasolina, da passagem pra Orlando e da restrição de não fumar em restaurantes; mas com inatividade, burocracia, corrupção, deslealdade e comportamentos que julgo errôneos e inadequados.
As vezes acontece do incômodo pesar tanto, que o sono se prejudica. As vezes a frase: “É preciso fazer algo” martela na cabeça por semanas…
Não pretendo me comprometer com freqüência, canal de TV, partido politico ou credo. Ressalto que as opiniões que virão serão pessoais, embasadas em conhecimento próprio e pesquisas; mas de modo algum almejo colocá-las como VERDADE ABSOLUTA.

Tampouco estarei preso à norma culta da língua, regras gramaticais e termos “politicamente corretos” na atualidade. Quando escrever “os homens” ou “brasileiros”, possivelmente estarei contando com as mulheres, mas se a todo momento tiver de pensar e trocar por “humanos” ou “seres humanos”, terei problemas na fluência das idéias e todo texto será passível de revisões, atrasando em muito os posts.

O mundo está se tornando deveras chato por conta disso. Mas deixemos esse assunto pra outro post…

by Celsão correto