Organizações Globo, arrependimento de crocodilo

Posted: September 2, 2013 in Mídia, Política
Tags: , , , , ,

Lixo_GloboTóxico

Lixo_GloboTóxico

No dia 31.08.2013 o jornal O Globo emitiu uma nota confessando ter apoiado o golpe de 64 e a ditadura militar. Nesta nota, ainda dizem ter sido este apoio, um erro. Para ler, clique AQUI.
“””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””””
Que as Organizações Globo apoiaram o Golpe de 64 e todo o período da ditadura militar, não é novidade para nenhuma mente de esquerda. Existe farta documentação, artigos, livros, documentários, depoimentos de políticos colossais, e muito mais, que fazem disso um fato conhecido há décadas.  Então, se já era conhecido, o que muda?

Bom, muda que aqueles mais posicionados à direita, de mentes menos rebeldes, mais acomodados e mais passivos, assim como a maior parte da classe média, agora não poderá mais argumentar que isso é tudo “intriga da oposição”, que isso é agitação dos comunistas, que não existem provas. Agora, não há mais desculpas. O tempo onde os reacionários se negavam a acreditar nas inúmeras provas de que a mídia brasileira é extremamente corrompida, e pior, é golpista, acabou. Agora 100% do povo brasileiro sabe que, mais uma vez, os intelectuais de esquerda estavam certos, tentando revelar verdades ao povo brasileiro, verdades essas que sempre são ocultadas de bom gosto pela elite conservadora, escravagista, das capitanias hereditárias, dos senhores de engenho, que perduram até hoje em nossa sociedade.

Porém, apesar do “pequeno” impacto positivo deste editorial, devemos destacar suas características, sua forma, forma essa que acompanha este Jornal desde sempre. Estou falando da falta de humildade e da constante auto-bajulação.
Sim, o Jornal lança uma nota de confissão de erro, mas essa confissão dura algumas poucas linhas. Daí para frente, é uma chuva de auto-elogios e tentativas desenfreadas de “justificar-se”. Ora, sabemos que pedidos de desculpas sinceros, não podem vir acompanhados de mil e uma “desculpinhas”. Justificar-se, é diferente de pedir perdão. Justificar é uma forma de explicar que você não teve culpa, pois houve fatores externos que lhe impossibilitaram de agir de forma diferente.

Além dos confetes atirados a si mesmos, ainda há, como sempre, dosagens de hipocrisia e ludíbrio. Vejamos os seguintes pontos:
1) A nota diz que Roberto Marinho sempre esteve ao lado da legalidade. É legal apoiar um golpe ditatorial e mentir para toda a Nação? Ainda continua sendo legal fazer fortunas devido a este apoio (a nota de arrependimento vai fazer a Globo perder toda a grana que ganhou com as facilidades de 21 anos de Período Militar?)? E os 600 milhões de reais que a Rede Globo sonegou, também é legal? E a servidora da PF que misteriosamente ROUBOU este processo de sonegação da Globo, mas acabou aparecendo nos vídeos das câmeras de segurança da PF? Tudo isso é legal? Isso só para mencionar alguns episódios, pois casos de ilegalidade, falta de ética e respeito com a população, temos às centenas, e alguns deles já foram mencionados em posts deste blog.
2) A nota diz que Roberto Marinho defendia seus funcionários comunistas. Será que a Globo tinha algum funcionário comunista de verdade? Essa é a primeira pergunta. E se tinha, será que ele era possibilitado de expor 100% de suas opiniões e ideias? E mesmo que isso tudo seja satisfeito, o que acho difícil, então quer dizer que, ao defender sua meia dúzia de funcionários comunistas, isso paga sua culpa por ter colaborado para que outros milhares de comunistas tenham sido presos, torturados e mortos?
3) Ainda na nota, é mencionado o fato de que havia um segundo movimento com intenções de realizar um golpe. Esse movimento era o movimento de esquerda, comunista, liderado por Jango. Ora bolas, mas Jango era o Presidente da República, por que haveria ele de querer dar um golpe de Estado? E se havia intenção de algum tipo de Golpe por Jango, por que então este sequer resistiu ao golpe militar da direita? Quando anunciado o golpe, Jango saiu do Brasil se refugiando em Montevidéu, capital do Uruguai. Ou seja, falar de intenções de golpe de Jango é quase um delírio, uma tentativa desesperada de conseguir justificar um erro. É confessar ter mentido, justificando com outra mentira. Isso é Lamentável!

Em tempo: Aqui desvio do assunto para lembrar que Jango foi incentivado por várias pessoas próximas em seu governo a resistir ao golpe, inclusive por Leonel Brizola, porém Jango optou pelo não derramamento de sangue, se refugiando. Esse é o homem que tacou medo na Globo?… sei!
Em tempo 2: Vale lembrar os seguintes dados do IBOPE da época:
a) 69% dos entrevistados avaliavam o governo Jango como ótimo (15%), bom (30%) e regular (24%). Apenas 15% o consideravam ruim ou péssimo, fazendo eco
dos jornais.
b) 49,8% cogitavam votar em Jango, caso ele se candidatasse à reeleição, em 1965 (seu mandato expirava em janeiro de 1966); 41,8% rejeitavam essa opção.
c) 59% apoiavam as medidas anunciadas pelo Presidente na famosa sexta-feira, 13 de março.” (Trecho retirado do artigo da Carta Maior sobre o editorial da Globo. Para acessá-lo, clique AQUI. <<LEITURA INDISPENSÁVEL>>)

No artigo da Carta Maior, ainda é dito o seguinte:
O que existe é sim uma história de campanhas e perseguições movidas pelas Organizações Globo contra projetos, direitos, governos, lideranças e partidos, promovidos até hoje. Não se trata de um editorial isolado, como tenta edulcorar a nota deste sábado. Ou terá sido coincidência que, em 24 de agosto de 1954, consternado com a notícia do suicídio de Vargas, o povo carioca perseguiu e escorraçou porta-vozes da oposição virulenta ao Presidente; cercou e depredou a sede da rádio Globo, que saiu do ar?
“”””””””””””””””””””
“Aquela que em 54 matou Getúlio.
Em 1964, negou à sociedade a competência para decidir o seu destino.
Em 2002 fez terrorismo contra Lula.
Em 2005 tentou derrubá-lo e impedir a sua reeleição em 2006.
E assim se sucede desde 2010, contra Dilma.

E eu acrescento mais uma: Em 1989 fez de Fernando Collor vitorioso, frente a Lula. E quando já não mais era interessante seu governo, jogou o povo contra o mesmo, quando da ocorrência do Impeachment  em 1992.

O editorial de O Globo ainda menciona outros jornais também envolvidos no Golpe de 64, entre eles estão a Folha de São Paulo e o Estado de São Paulo. Que novidade……
A Revista Veja não foi mencionada, pois foi fundada em 1968, senão, estaria na lista certamente, afinal, segue a mesma linha ideológica desses outros três, para não dizer pior.

A confissão da Globo também deixa bem mais clara a proximidade de relacionamento da mídia brasileira com os governos norte-americanos. Existem diversos documentos revelados pelo Wikileaks, entre eles notas e comunicados da embaixada americana no Brasil, que provam como os EUA estavam diretamente ligados ao golpe de 64 e com a permanência da ditadura. Estes documentos também mostram como todos estavam conectados, EUA, governo militar, Grande Mídia brasileira, numa relação de compadres, comadres e afilhados. (Mais sobre a nota de O Globo e sobre a conexão entre EUA e mídia brasileira, assim como sua oposição a partidos que priorizam o povo, AQUI)

Eles (Organizações Globo) não são bobos. Eles sabem que aqueles que os criticam e fazem oposição à sua hegemonia, continuarão a fazer. Porém também sabem que com essa nota, uma boa parcela da população vai cair neste papinho, e vai condecorar as organizações Globo pela humildade de ter se arrependido. Como diz o ditado: Eles não são amadores para “dar ponto sem nó”. Se o fossem, não estariam aí, dominando o mercado midiático a mais de 50 anos.

por Miguelito Formador

Figura aqui

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s