Eleições 2014 – apps e ferramentas para decidir

Posted: September 18, 2014 in Política
Tags: , , , , , ,

Ainda falando sobre eleições 2014, numa discussão sobre política via WhatsApp fui avisado por um camarada sobre o “Acordei”, aplicativo que prometia ajudar eleitores na escolha, indicando possíveis “roubadas”.
Gostei da ideia, principalmente porque para deputados e, muitas vezes, senadores, pouco é o tempo na TV e não há como saber quem é aquele vizinho do amigo de infância ou cunhado do filho de fulana, que agora é candidato.
E, basta perguntar pra colegas mais próximos que uma verdade cruel aparece: ninguém lembra em quem votou para vereador ou deputado nas últimas eleições. O que dificulta, em muito, cobrar atitude e comprometimento dos mesmos…

Pensando nisso, resolvi fazer um apanhado dos aplicativos mais baixados.

apps_acordei_31-icone-app-acordei-600x600Acordei
A primeira versão era simples demais, mas foi atualizado há algum tempo para se equiparar aos outros. Tem uma breve biografia da maioria dos candidatos, lista os principais processos enfrentados pelo mesmo (não havia na primeira versão), lista de bens, link para download de propostas e certidões negativas direto do TSE.

Na busca por candidatos a deputados, é possível filtrar por partido ou por nome, mas não por número.
Uma vez escolhido o Estado, fica gravado. O que é legal, economiza clics…

Ainda é possível favoritar candidatos e escrever a eles, caso estejam cadastrados no aplicativo.

Os links de processo levam direto ao site do tribunal em que o processo se encontra, seja o TSE, TCE, Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, etc., mas as informações estão em Advoguês… É mais fácil buscar a informação no próprio resumo se o processo já foi julgado ou está em recurso do que acompanhar todo o blá-blá-blá.

app_votecerto_unnamedVote Certo
O Vote Certo já traz na primeira aba a mini-biografia, com cargos ocupados e processos daquele candidato, também com link para o tribunal em questão, TJ dos Estados, STF, TSE, etc.

Em outras abas, está a lista de bens, uma lista interessantíssima de doadores (normalmente de campanhas anteriores, o que não deixa de ser interessante), outras candidaturas com número de votos e recursos gastos e uma estatística simples daqueles que estão em exercício na Câmara ou Senado.

Essa estatística mostra faltas, emendas atendidas e evolução patrimonial. Infelizmente depende do ano em que os bens foram declarados ao TSE, ou seja, não reflete em 100% a realidade, principalmente durante o mandato (durante os 4 ou 8 anos dá pra mudar os bens de titularidade ou deixar de declará-los)
Como pontos ruins, dá pra dizer que não há soma de bens e que a base das eleições anteriores não é clara; pois para o senador Suplicy só aparece a eleição de 2006. É como se começasse a contar em 2002.
(Aqui valem aspas, o Suplicy tem falta zero em plenárias)

Mas dá pra saber, por exemplo, que o candidato Aprígio (da minha região) já concorreu e ganhou em dois pleitos para vereador e perdeu em 2012 para prefeito de Taboão da Serra.

Outro fator que poderia ser melhor é a busca: pode ser feita por nome e número, mas sempre com nomes ou números completos, ou seja, não dá pra buscar “apri” para achar o Aprígio, nem “malu” pra chegar ao Maluf; nem colocar os primeiros dígitos para obter uma lista… Tampouco é possível filtrar por partido, ou seja, nesse aspecto o “Acordei” é bem melhor.

Mas sabendo o nome ou número, a aba dos doadores e candidaturas mostra a linha do político, a quantas eleições insistem, quem são as pessoas ou empresas que os apóiam, etc.
Por exemplo, vi que a candidata a Deputada Estadual Analice Fernandes, também da minha região, que já foi eleita três vezes, recebeu cerca de R$36.000 em doações da candidata a Deputada Federal Bruna Furlan. Talvez para aparecerem juntas, “colando” um nome ao outro. Só que Bruna recorre a um processo de 2011 por improbidade administrativa em Barueri, sua cidade.
Outro problema: as doações feitas a Bruna em 2010 foram basicamente construtoras e empresas de Engenharia. Fato que sou bem contra.

app_politbook_proteste_ja_unnamedPolitbook e Proteste Eleições 2014
Ainda fiz mais dois downloads, pensando em programas que representassem um diferencial em relação aos anteriores, mais completos e interessantes.

O “Politbook” é fraco. Tem uma avaliação dos internautas logados no facebook, totalmente tendenciosa e pouco presente. Mostra as pessoas que votaram, como uma avaliação de aplicativo, o que  tolhe a coragem dos mais tímidos…

O mesmo vale para o “Proteste”, onde é possível “curtir” candidato a candidato. Ideia boa e válida, mas deturpada pelos usuários.

O primeiro também tem mini-biografia, histórico de cargos e processos, candidaturas anteriores e estatísticas, como o “Voto Certo”. Mas peca, na minha opinião, exatamente na interação, que poderia ser o diferencial.

Porém, pude ver, graças ao “Politbook” que o candidato Aprígio tinha pouco menos de dois milhões em bens declarados em 2008 e passou de seis milhões em 2014!

app_uol_mzl.ukdijmov.175x175-75App da UOL
O UOL também tem um app, chamado UOL Eleições.

Longe de conter as mesmas informações dos analisados anteriormente, congrega noticias, fotos, vídeos, pesquisas e posts em blogs ligados ao portal.

Na aba candidatos é possível filtrar por nome e número, separando ou não o cargo, estado ou partido. Porém, traz nenhuma informação relevante para a tomada de decisão por parte de eleitores.

O que também me decepcionou foi a inexistência de busca por notícias deste ou daquele candidato, o que não necessariamente seria bom, dado a parcialidade e superficialidade da mídia; mas é uma pena não integrar o serviço de informações dos candidatos com as notícias divulgadas.

app_excelencias-parlamentares1Site da Transparência Brasil
Já havíamos falado sobre esse site, num post do ano passado (aqui).

Não há como dizer que é menos importante que os aplicativos até aqui mostrados. No site há uma a página específica sobre o desempenho dos políticos em exercício, chamada “Excelências” (link aqui).

Nela, com número ou nome e estado é possível consultar rapidamente processos judiciais, histórico de eleições anteriores e verificar os principais doadores de 2014! (disponível também no site, na seção chamada “às claras”)

Medidores de fácil interpretação mostram os principais indicadores de um mandato, como faltas, matérias irrelevantes e emendas atendidas.

 

Fica a dica: um dos apps acima, dando preferência a um dos dois primeiros para pesquisar candidatos e depois faça uma verificação no site do Transparência Brasil!

Lembrando que ainda temos mais de 15 dias para as eleições, muitos ataques e acusações, e muita água por correr “por debaixo da ponte”.

por Celsão correto

figuras retiradas da “loja virtual” da google (aqui) e do portal “Excelências” do Transparência Brasil (aqui).

Comments
  1. Fala Celsão, beleza xará? Gostei do texto, realmente estes sites e apps nos ajudam a tomar uma melhor decisão para o dia 05 de outrubro. Eu baixei também um outro app, que vale a conferida. Dá uma olhada https://play.google.com/store/apps/details?id=br.jus.tse.administrativa.divulgacand&hl=pt_BR
    Abraços e continue com este belo trabalho.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s