Posts Tagged ‘aquecimento global’

ro-de-sao-paulo-sp-na-tarde-desta-quarta-feira-a-capital-paulista-teve-hoje-a-menor-umidade-relativa-do-ar-no-ano-com-apenas-14-1391026813338_1920x1080Acompanhamos no Brasil, recentemente, frases veiculadas na imprensa alardeando “o dia mais quente dos últimos 40 anos” ou “o Fevereiro mais quente de todos os tempos” e também “a maior média de temperatura no início do ano desde a década de 70”.
A verdade é uma só: os dias (e meses) só ficarão mais e mais quentes no verão.
A ONU divulga frequentemente relatórios sobre clima e aquecimento global. E, se nos últimos 120 anos houve aumento global médio de 1 (um) grau Celsius, a previsão para esse aumento até 2100 é de 2 graus Celsius. Obviamente, o homem é o principal causador deste aumento: o texto fala que há 95% de chance do homem ter causado mais da metade desse aumento.
Agora pensemos: se com o aumento de um grau as temperaturas globais mudaram tanto, o que acontecerá com os dois graus? (pra não usarmos o pior cenário da previsão que aponta um aumento de 4,8 graus!)

É um círculo vicioso. A temperatura aumenta devido ao desmatamento, que ocorre em nome do “desenvolvimento”, que gera empregos, mas necessita de fontes de energia, tanto para produzir, quanto para “consumir” o que foi produzido, e essas fontes (carvão, gás, hidroelétricas) precisam de mais desmatamento e geram mais degradação do meio ambiente e mais aumento de temperatura.
E o pior, essa degradação traz “de carona” um maior número de inversões térmicas, escassez de chuvas e/ou inundações frequentes, invernos nunca vistos anteriormente, seja pelo frio extremo ou pelas temperaturas inesperadamente amenas (tomemos Sochi, que tem tido trabalho em manter a neve durante as Olimpíadas de inverno), furacões e tornados, dentre outros fenômenos naturais.

Pra mim, o mundo precisa urgentemente reduzir, viver com menos!
Menor demanda de energia, menor número de veículos particulares, menos itens ligados na tomada, menos alimentos processados ou embalados, menor necessidade de produtos industrializados, etc.
E, caso aliado a isso aprendêssemos a ser mais eficientes, principalmente com fontes renováveis como o sol e o vento, seria possível reverter o caos iminente que se aproxima.
E não me venham com a teoria que essas energias são caras… Quem quer usar energia, que pague seu preço, como é feito com o petróleo! Que importa se o carvão é barato e polui? Ou ainda….

Sim, utópico e romântico, como sempre.

por Celsão correto.

figura retirada do portal UOL
como artigos de referência, aqui um bom resumo sobre o relatório climático da ONU. Aqui e aqui duas notícias de temperaturas recordes, também do portal UOL.

Aquecimento_Global

Aquecimento_Global

Os maiores cientistas do mundo vão divulgar o mais importante estudo das últimas décadas: ele prova, de uma vez por todas, que as mudanças climáticas são uma enorme ameaça, mas que uma ação dos nossos governos ainda pode impedir a catástrofe. É um alerta para salvar o nosso planeta, porém as grandes petroleiras e empresas de energia têm um aliado que está impedindo a verdade de vir à tona. 
Rupert Murdoch, o barão da mídia, é dono de centenas de veículos de comunicação, incluindo a rede ultra-conservadora de notícias Fox News e o Wall Street Journal. Ele está usando sua influência sobre os meios de comunicação para ajudar seus parceiros na indústria petroleira a impedir que governos diminuam os lucros destas empresas.

Clique no link abaixo para continuar lendo, e assinar a petição que visa lutar para que a verdade seja veiculada pelo planeta:  http://www.avaaz.org/po/murdoch_tell_climate_truth/?bONHUab&v=29600

Pra quem não conhece, a Avaaz é uma organização de mobilização na internet. Busca e promove temas de impacto no mundo todo e tenta sensibilizar políticos e a opinião pública visando mudar um status-quo pré estabelecido. Qualquer um pode se inscrever e até filtrar os emails recebidos sobre as campanhas de acordo com temas de interesse.

E abaixo segue a mensagem que este blog enviou aos editores de jornais e sites de notícias ao redor do mundo:
Coloquemos a perpetuação da vida no planeta à frente de ganhos financeiros de curto e médio prazo. Negar a ciência, é um atraso social e intelectual, é regredir centenas ou milhares de anos. Se pretendem descredibilizar os resultados deste estudo tão sério e minucioso, o façam de forma honesta e intelectual, apresentando resultados no mínimo tão confiáveis e profissionais quanto aquele, provando “o contrário”. Não manipulem as mentes das pessoas menos “dotadas” de crítica e intelecto usando mentiras, distorções da realidade, sensacionalismo. Como já disse, o que está em jogo é a perpetuação da espécie. O mundo já não é mais o mesmo. As pessoas estão mais atentas. Adaptem-se, mudem seus sistemas, vamos todos caminhar juntos pela nossa sobrevivência e para um mínimo de dignidade. Chega de manipulação visando somente o enriquecimento e acúmulo de poder de menos de 1% da população mundial.

por Miguelito Formador e Celsão Correto
figura aqui