Posts Tagged ‘herói’

anderson-silva-revista-afro1-300x194O brasileiro, de um modo geral, é carente de heróis. Talvez seja o tal “complexo de vira-latas”, cunhado por Nelson Rodrigues depois da final da Copa de 1950 que nos obriga a tal inferioridade, a “sermos menos” do que somos realmente, talvez seja apenas a alegria em olhar um semelhante no topo, não sei. Mas é assim…

É como se cada qual pudesse ser visto junto, empunhando a bandeira, entoando o hino, representado numa festa de estrangeiros, sendo também “o cara”.

Foi assim com Ayrton Senna, com o Guga no tênis, com o Lula em sua primeira eleição presidencial, com diversos craques do futebol e mais recentemente com o Anderson Silva, “craque” do MMA ou UFC. Tal esporte (muitos discordam dessa definição), vem crescendo em popularidade e tomou o lugar do boxe no gosto do brasileiro, boxe de Éder Jofre, Adilson Maguila e Acelino Popó Freitas, outros heróis.

E Anderson é (ou foi?) um típico herói nacional: negro, de origem humilde, sem um biotipo definido como o de esportista, com um “quê” de deboche, de ginga, de malandragem brasileiros. Ele reinou no esporte por anos a fio e detém recordes difíceis de superar.

Não entrarei nos méritos da luta ou da derrota. O que pretendo com essa introdução ou estória é “cutucar” este senso comum de heroísmo. Herói pra mim não é aquele que se destaca por dons ou preparação específica, não é o esportista, o artista, o apresentador, o político. Herói é aquele que acorda antes que o sol nasça, leva horas em transporte público, trabalha muitas vezes em condições sub-humanas ou em dois empregos a fim de sustentar a família, prover o pão e condições melhores para a próxima geração, para sua família.

Muito mais heróico foi ir às ruas protestar e reinvidicar, é se indignar com desmandos e corrupção, é condenar roubalheira, é buscar o melhor para si e para a Nação, tornando-se parte responsável pelo país.

Talvez esse seja um momento de repensar e requalificar os “heróis nacionais”. Exaltar as glórias e feitos sim, principalmente quando vierem com uma promoção benéfica para o país, mas tendo em conta que são pessoas como outras e que os verdadeiros heróis, somos nós!

por Celsão revoltado

figura retirada daqui