Posts Tagged ‘PT’

Rachel_SBT_Brasil

Rachel_SBT_Brasil

O vídeo do dia nas redes sociais é esse aqui: Rachel Sheherazade – parcialidade, hipocrisia, mentira.
Vejam primeiro o vídeo, depois vejam meus comentários abaixo.

Teve uma galera compartilhando e curtindo, concordando com as palavras dessa jornalista de má índole, a serviço da grande mídia, para variar.
Aos que concordam com as palavras dela, e automaticamente, acreditam na grande mídia, levanto alguns pontos para reflexão.

  1. Ela fala que não adianta ter bolsa família e ter milhões de desempregados:
    Minha gente, o Brasil tem as menores taxas de desemprego de nossa história, oscilando em torno de 5%. Sem considerar que estamos atravessando uma das maiores crises econômicas mundias da história, e boa parte dos países do mundo estão sofrendo com altíssimo desemprego, taxas maiores que 10 ou 15%.
  2.  Ela fala que não adianta bolsa família e não aumentar o salário das famílias:
    Meu Deus, isso dói no duodeno. É informação conhecida, oficial, reconhecida pelos órgão internacionais, que no governo Lula/Dilma o salário mínimo aumentou mais de 70% em valor REAL (onde já se desconta a inflação)!!!! É de muita má fé da repórter fazer essa afirmação, pois ela sabe que está mentindo com cara lavada. Já quem acredita, muitas vezes nem é por má fé, mas é por falta de conhecimento e senso crítico mesmo.
  3. Ela pergunta, o que seria dessas pessoas se acabasse a bolsa família:
    Ora, é fácil saber. Basta olhar como era o Brasil antes dos governos Lula/Dilma.  Aproximadamente 50% da população vivendo na linha da pobreza ou abaixo dela.
    Mas se acabasse a bolsa, não voltaríamos a estes patamares, pois a bolsa já trouxe muitos resultados permanentes. As famílias que conseguiram vingar em seus negócios com a ajuda do governo, as crianças que foram às escolas, pois não precisavam mais trabalhar para ajudar a família, etc, são ganhos que mesmo que a bolsa acabe, não regridem. Dados do governo mostram que mais de 1,7 milhões de famílias já abriram mão do bolsa família voluntariamente, pois se consideram capazes de caminhar com os próprios pés. Ou seja, não me parece que a Bolsa família seja igual a Bolsa miséria.
  4. Ainda sobre a hipótese da extinção da Bolsa Família:
    Não esqueçamos também que não foi somente o Bolsa Família que tirou 40 milhões de brasileiros da pobreza e miséria, mas sim um conjunto de ações, como geração de emprego, expansão da CLT a regiões precárias, aumento do salário mínimo, crescimento econômico, maior fiscalização governamental, entre outros.
    E outra, o que seria do Brasil se acabasse o Bolsa Família? Bom, eu pergunto: O que seria do Brasil se fosse extinto o salário mínimo? O que seria do Brasil se fosse extinto o SUS? O que seria do Brasil se caísse um meteoro? Vamos analisar cada uma dessas hipóteses e falar então que, na verdade, não estamos preparados, ou que o governo é uma farsa???? Bom senso minha gente, bom senso. Não se vive de “se”, mas sim do “é”.
  5. Ela diz: o que seria das famílias que não trabalham, o que seriam das crianças que não estudam….
    A bolsa família incentiva exatamente as famílias a trabalharem, a poderem vingar nos seus pequenos negócios. E incentiva e monitora a escolaridade das crianças. Os dados mostram que o Brasil evoluiu e muito, devido ao Bolsa Família e outros programas do governo, no quesito “taxa de crianças frequentando a escola” e analfabetismo.
  6. Ela acusa a bolsa como um paradoxo, dizendo que os milhões que saíram da miséria dependem da bolsa.
    Cara Rachel, sair da pobreza não significa obrigatoriamente sair por si só. Quem disse isso??? Estar na miséria é uma condição econômica. Se a pessoa deixa aquela condição econômica, independentemente da fonte que a libertou daquela condição, ela saiu da miséria! Essa jornalista é uma toupeira!
  7. Ela ainda afirma que não há fórmula mágica para sair da miséria: 
    Não Rachel, não há fórmula mágica para sair da miséria. Há sim, ações certeiras governamentais, e é isso que o governo brasileiro fez. Não é milagre! É vontade, determinação, foco e técnica! Agora, para você, que teve e tem uma vida de princesa, com salários altíssimos como âncora do SBT, é fácil dizer que só com trabalho duro que se sai da miséria! Hipócrita imbecil. Tente nascer no sertão, passar pela fome, desnutrição, não ter acesso a um mínimo de escolaridade, e mesmo assim, vencer na vida, sem que venha alguém (o governo por exemplo) e intervenha por você, lhe trazendo facilidades para atingir um mínimo que a vida não lhe propiciou. Isso se chama: governo intervindo para quebrar o ciclo vicioso da pobreza. E isso dói na elite e na classe média, pois o governo destina parte de nossos impostos para ajudar esses marginalizados (que a classe média e a mídia gostam de chamar de preguiçosos, bandidos, vagabundos, fracassados, etc).
  8. Ela diz que assistência tem que ser provisória, senão gera parasitismo:
    Sabe, eu acho que ela deveria largar o trabalho de ancora, e virar consultora de governos de países desenvolvidos, talvez ela consiga ensinar algo a estes. Afinal, o bolsa família e outros auxílios do governo, são ou copiados, ou inspirados, à partir dos mesmos programas usados pela Alemanha, França, Suécia, Dinamarca, Nova Zelândia, etc etc etc….. Ela precisa ir nestes países alertá-los e dizer-lhes que os auxílios geram parasitas, e é exatamente por isso, que estes países desenvolvidos sofrem com TANTOS problemas sociais.

Resumindo: Esse vídeo representa com integridade irreparável como a mídia brasileira funciona. E a reação das pessoas no facebook aprovando (curtindo e compartilhando), representa irreparavelmente como o povo brasileiro é alienado, principalmente a classe média, que além de alienada, é individualista e retrógrada.

por Miguelito Nervoltado

Uma boa reflexão, principalmente para os advogados e profissionais do direito.
Nosso “batman” parece não estar mais no trono, mas sim em “maus lencóis”.
Quando ele representava a esperança do povo brasileiro em ver todos os anos de corrupção de nossa história serem “pagos e acumulados” por um único partido político por causa de um esquema duvidoso de corrupção, ele foi exaltado pelo povo. A mídia, viu a chance de desmontar o partido que não lhes beneficia tanto quanto eles estão acostumados, e também colocaram JB lá em cima. Os partidos de oposição (principalmente PSDB e DEM) viram nele a esperanca de voltarem a apitar no cenário nacional, após anos de queda eleitoral, e fizeram dele seu herói. Porém agora, passado o mensalão, o juiz continua mostrando que ele é duro, direto, sincero, teimoso, incisivo, irredutível. Seja com quem tenha que ser. E aí, enquanto ele crucificou os envolvidos no mensalão (teoricamente por ele realmente achar que havia provas suficientes), ele era herói. Mas agora, ele começa a lançar críticas esporádicas à mídia, a outros políticos que não são petistas, a pessoas públicas, a jornalistas, e agora, à sua própria classe, os advogados e juízes. Então, agora, ele anda atingindo boa parte da elite brasileira, principalmente ao mencionar os juízes e a mídia, e aí, o buraco é mais embaixo. De herói, ele pode virar o vilão, rapidamente.
Isso me lembra Osama Bin Laden, Saddam Hussein, entre outros…. que foram colocados no altar pelos EUA (elite do mundo), porém ao se rebelarem contra os EUA, tiveram suas imagens de heróis destruídas e viraram os demônios do mundo rapidamente. No caso, Saddam Hussein é Joaquim, EUA é a mídia e elite brasileira.
Nota.: Eu, assim como a maioria dos intelectuais (não que eu seja intelectual) que tratam de tais assuntos, não entendo ainda qual é a do Batman. Tem hora que parece que ele joga dum lado, tem hora que parece que joga do outro. Tem hora que parece que quer fazer seu filme e que gosta de holofotes, mas no instante seguinte, ele faz tudo ao contrário. De repente, não tem muito segredo. De repente, ele é um intelectual, muito estudioso e competente, vencedor na vida, mas que sofreu muito até chegar aí. E com o sofrimento veio a intolerância, a falta de paciência. Tem muito senso crítico, e tem consciência da podridão da sociedade brasileira. Isso tudo junto faz com que ele confie em seus próprios critérios pessoais acima de quaisquer outros critérios, confia na sua intuição e no seu conhecimento e é irredutível em suas posições, afinal, ele deve pensar que não vale à pena ouvir os outros, pois a maioria é hipócrita, ignorante, acomodado, desinformado, interesseiro, individualista, etc,…. o que não deixa de ser verdade, em vias gerais.
E então, o tal juiz na verdade, não quer nada, ele age de acordo com seus impulsos, seus critérios e intuições momentâneas. E estaria aí o segredo de tantas polêmicas, e de tanta variação de sua imagem no meio público.

Continuo achando possível sua intenção na vida política, apesar de ele mesmo já ter descartado isso. Mas não dá para afirmar nada. Numa coisa esse cara é bom, e isso é indiscutível: ser misterioso.
Segue link de inspiração:
por Miguelito Formador